Blog Home Baby Assessoria

Confira matérias e dicas no nosso blog :)
Categorias
Gestante

Concha de Amamentação: usar ou não?

Existem dois tipos de Conchas de Amamentação disponíveis no mercado, sendo elas a Concha Rígida e a Concha Flexível. A Concha Rígida, conhecida como Concha Pré Parto, tem o “objetivo” de preparação da mama para a amamentação, esse modelo possui a parte interna rígida, como o próprio nome diz. A Concha Flexível é indicada no pós parto, essa por sua vez, possui a parte interna mais mole, por isso ela é chamada de Flexível.

A seguir, vamos explicar um pouco mais sobre esses dois modelos de Conchas de Amamentação, além de falar sobre os riscos que o uso indevido desses materiais podem trazer para a saúde de bem estar da lactante.

Concha de Amamentação Rígida, o que é e qual sua finalidade?

A Concha Rígida, conforme mencionado acima, é vendida como uma Concha Pré Parto e que vai auxiliar  as mães que possuem Mamilo Plano ou Mamilo Invertido a “criar bico”, ou seja, por essa Concha de Amamentação possuir uma parte interna rígida, caso a gestante utilize esse material na reta final da gestação, “diz a lenda” que o Mamilo vai ficar protuberante.

Porém, não é bem assim que as coisas funcionam. Fazendo uma rápida reflexão com vocês, uma gestante com cerca de 30 anos de idade, que passou a sua vida inteira com o Mamilo Plano ou Mamilo Invertido, será mesmo que o uso de uma Concha de Amamentação por algumas semanas, vai fazer com que esse Mamilo se torne um Mamilo Normal ou Comprido? É claro que não! Por até ser que ao retirar a Concha de Amamentação, o Mamilo realmente esteja protuberante, mas isso não quer dizer que ele vá ficar assim por muito tempo. Além disso, você ainda corre o risco de machucar o seu mamilo e ainda ter que ofertar essa mama machucada para um bebê que ainda não sabe mamar.

Concha de Amamentação Flexível, o que é e qual sua finalidade?

A Concha Flexível, indicada para o pós parto. O objetivo dessa Concha de Amamentação é coletar o leite materno que pode vazar, evitando assim que isso molhe o sutiã e até mesmo a roupa da mamãe. Além disso, ela é vendida também como uma material que vai ajudar as lactantes que possuem mamilos sensíveis, pois o uso dessa concha evita o atrito entre o sutiã e o mamilo.

Um ponto muito importante sobre o uso da Concha de Amamentação Flexível, é que o sutiã utilizado pela mãe, deve ter o tamanho ideal para abrigar a mama, que aumenta muito de tamanho, principalmente após a descida do leite (apojadura), e a Concha de Amamentação, sem que fique apertado, para não correr o risco de obstruir os Ductos, que levam o leite dos alvéolos para o Mamilo, evitando assim que o leite empedre. Também é muito importante que nunca, em hipótese alguma, a lactante durma com a Concha de Amamentação, pois isso pode fazer com que, mesmo com o sutiã no tamanho ideal, o risco de pressionar a concha no seio e obstruir o ducto é grande, além também do risco da Concha de Amamentação sair do lugar e acabar cortando o Mamilo.

Outro grande risco do uso da Concha de Amamentação é a Candidíase Mamária, mas isso é um tema para um próximo post, ok!?

E você mamãe, está enfrentando dificuldades  na hora de amamentar? Sente muito dor ou sensibilidade e não sabe mais o que fazer? Ou está gestante e tem medo por não se sentir preparada para a fase da amamentação? Entre em contato com a nossa equipe e saiba como nós da Home Baby Assessoria podemos te ajudar a passar por essa fase de uma maneira mais fácil, confortável e confiante.

Por Criativando
Baixe nosso e-book

Cadastre-se e receba novidades

    Falar agora.
    Chamar no Whatsapp!
    Olá! Tudo bem?
    Está precisando de ajuda?